Prime Tips
Peru | As cores e os sabores da culinária peruana
4 de outubro de 2017

Não é sem motivos que o Peru é um dos principais destinos turísticos da América do Sul. O país é capitaneado pela mítica Machu Picchu, que aparece na lista de viagens dos sonhos de quase todo viajante. Mas também tem a ancestral Cusco (que pode ser o ponto de partida para explorar diversos sítios arqueológicos), os autênticos vilarejos do Valle Sagrado de los Incas e, claro, a ousada culinária local – tão cheia de cores e sabores únicos!

Aliás, a gastronomia peruana é prestigiadíssima. É que ela tem espírito inovador e não tem medo de ousar: é muito famosa por unir sabores nativos a influências espanholas, italianas, asiáticas e africanas. Entre os ingredientes típicos, há uma “infinidade” de milhos: são mais de 50 variedades, que tomam diferentes formas e cores (é só pensar no curioso milho roxo!). A quinoa, considerada o grão de ouro do país, também se faz presente na culinária – além de muito difundida atualmente por conta de suas ótimas propriedades naturais. E não podemos esquecer o pisco, destilado de uva de sabor intenso.

Diversos restaurantes andinos fazem parte da elite gastronômica mundial – tanto é que são três os nomes que aparecem na lista The World’s Best Restaurants, que elege, anualmente, os 100 melhores do mundo. E todos ficam em Lima, considerada a Capital Gastronômica da América Latina.

HIGHLIGHT: LIMA, UMA CAPITAL PARA OS GOURMANDS

Lima é uma cidade onde a história se faz presente: seu centro histórico é considerado um Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO e conta com museus imperdíveis, muitos entre os melhores do país. Mas a capital peruana também é contemporânea, tudo graças aos agitados clubes noturnos e os (muitos!) restaurantes sofisticados. Entre tantas opções, é até difícil escolher as melhores – mas, para você, separamos apenas os mais incríveis e conceituados restaurantes da cidade!

Astrid y Gastón: Jantar no top restaurant do célebre Gastón Acurio é uma experiência e tanto. É que o chef usa toda a sua criatividade na hora de preparar os pratos, à base de ingredientes nativos (frutos do mar são sempre o destaque), e métodos que combinam técnicas tradicionais e contemporâneas. Superconcorrido, ele está classificado como o 33º melhor do mundo e o 7º da América Latina.

Maido: Mitsuharu Tsumura – ou só Micha – é a cabeça criativa por trás da inventiva culinária nikkei (isto é, a união entre as culinárias japonesa e peruana) apresentada no Maido. Coerente, imaginativa e sofisticada, a gastronomia de Tsumura alçou seu restaurante à 8ª posição entre os melhores do mundo, além de conquistar o segundo lugar entre os melhores da América Latina.

Central: Simplesmente o 5º melhor do mundo – e o 1º da América Latina! O Central é um projeto do chef Virgilio Martinez, que procura explorar a biodiversidade do país por meio de pratos coloridos e saborosos. O menu traz receitas tradicionais repaginadas pela maestria e contemporaneidade de Martinez, que adora usar ingredientes exóticos durante o preparo.

Os gourmands que estiverem na cidade nos próximos meses também não podem deixar de visitar a principal feira gastronômica do Peru (e a mais importante da América Latina): Mistura, que já está com sua edição de 2017 confirmada para acontecer entre 26 de outubro e 5 de novembro. A feira atrai os principais chefs e restaurantes do país, buscando apresentar a identidade cultural peruana pelos sabores de cada região. IM-PER-DÍ-VEL!

Fale Conosco
compartilhe esse post:

Copyright © 2017 primetour viagens. All rights reserved.